DSpace
Portal do Conhecimento
  Português | Inglês

Portal do Conhecimento >
Repositórios Científicos >
Uni-CV >
Uni-CV - Produção Científica >

Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10961/5018

Título: PODE-SE FALAR DA SECULARIZAÇÃO EM CABO VERDE ANTES DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL? A DIFERENCIAÇÃO FUNCIONAL DO RELIGIOSO E DO POLÍTICO NO PERÍODO COLONIAL (1462-1975)
Autores: Semedo, Adilson Filomeno Carvalho 
Palavras-chave: secularização social
religião,
política
Cabo Verde
Data: 2011
Editora: INSTITUTO DE SOCIOLOGIA, FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO
Resumo: Um dos grandes desafios do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (P.A.I.G.C.), logo após a Independência Nacional de Cabo Verde, foi a modernização de um país herdado do colonialismo português. O corte com determinadas práticas tradicionais afigurava-se fundamental na prossecução de tal objetivo e pela primeira vez na história do arquipélago o Estado divorciava-se formalmente da religião, inaugurando assim uma nova fase nas relações entre o religioso e o político. Este artigo, que constitui uma reflexão síntese sobre os resultados de parte de uma investigação, ainda em curso, e que tem como propósito refletir, a partir de uma perspetiva sociohistórica, sobre o processo de secularização societal de Cabo Verde, problematiza o significado da diferenciação funcional das esferas religiosa e política no período em que a administração do arquipélago era portuguesa e questiona, a partir deste aspeto, o alcance da separação de 1975.
URI: http://hdl.handle.net/10961/5018
Aparece nas colecções:Uni-CV - Produção Científica

Ficheiros deste registo:

Ficheiro Descrição TamanhoFormato
Secularização em Cabo Verde.pdf362,5 kBAdobe PDFVer/Abrir
Estatísticas

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.

 

NOSI Universidade do Minho  

Portal do Conhecimento  - Comentários - portaldoconhecimento@mesci.gov.cv - Tel. +238 - 2610232

Facebook